Sobre oração

Só há uma igreja aqui, de modo que a freqüento. Nos domingos de manhã saio de casa e vagueio colina abaixo até a velha igreja, toda de madeira, no pinheiral. Num domingo especial pode haver vinte de nós ali; com freqüência sou a única pessoa com menos de sessenta anos de vida, e me sinto como se fizesse parte de uma expedição arqueológica da União Soviética. Os membros são de variadas denominações; o pastor é congregacional, e veste uma camisa branca. O homem conhece a Deus. Certa vez, no meio da longa oração pastoral de intercessão pelo mundo inteiro — em favor do dom da sabedoria para seus líderes, de esperança e misericórdia para os entristecidos e os que sofrem, de socorro para os oprimidos, e da graça de Deus para todos — no meio disso ele parou e explodiu: “Senhor, nós te fazemos esses mesmos pedidos todas as semanas!” Depois de uma pausa assustada, prosseguiu lendo a oração. Por causa disso, gosto muito dele.

— Annie Dillard, Holy the Firm

Anúncios

Uma resposta em “Sobre oração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s